Av. Getúlio Vargas, 580. Setor Administrativo
Cep: 76240-000 - fone: (064) 3638-2475


 

 

Home
 
 

Realizar operação tapa-buracos em período de chuvas é desperdício de dinheiro público.


Ascom
Publicado Quinta-Feira, 31 de Janeiro de 2019, às 10:22 | Ascom

Nesse período chuvoso, é comum aumentar o número de buracos pelas ruas da cidade de Aragarças e consequentemente, aumenta também o número de reclamação sobre esse problema. Em períodos de estiagem a Secretaria de Obras está realizando as operações tapa-buracos.

No entanto, é importante esclarecer que enquanto durarem as chuvas, fica inviável o processo de manutenção da pavimentação urbana.  Existem dois principais agravantes em fazer esse serviço com tempo úmido: o Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) pode perder a temperatura mais rápido, caso isto ocorra, ela perde a qualidade, além disto, a base em que a massa será deposita tem que estar seca.

A administração municipal tem conhecimento de que a situação das ruas tem trazido transtornos aos aragarcenses, mas enquanto não houver um período de estiagem, não adianta fazer a manutenção. Para que possam fazer um planejamento sobre a execução dos mutirões de operação tapa-buracos a Prefeitura de Aragarças através da Secretaria de Obras, tem acompanhado as previsões feitas sobre a probabilidade de chuva junto aos institutos de meteorologia. Enquanto isso, a coordenação municipal de obras, está fazendo o monitoramento e o mapeamento dos problemas para que assim que estiar, possa executar a manutenção de maneira eficiente e com agilidade.

Chuvas em Aragarças:

Aragarças tem variação sazonal extrema na precipitação mensal de chuva. O período chuvoso do ano dura 9,8 meses, de 21 de agosto a 13 de junho, com precipitação de chuva de 31 dias contínuos mínima de 13 milímetros. O máximo de chuva ocorre durante os 31 dias ao redor de 5 de janeiro, com acumulação total média de 263 milímetros. O período sem chuva do ano dura 2,2 meses, de 13 de junho a 21 de agosto. O mínimo de chuva ocorre por volta de 16 de julho, com acumulação total média de 4 milímetros. A estação de maior precipitação dura 6,1 meses, de 8 de outubro a 11 de abril. A estação seca dura 5,9 meses, de 11 de abril a 8 de outubro.