Av. Getúlio Vargas, 580. Setor Administrativo
Cep: 76240-000 - fone: (064) 3638-2475


 

 

Home
 
 

Termina prazo para cadastramento biométrico


Ascom
Publicado Quarta-Feira, 4 de Outubro de 2017, às 12:57 | Ascom

Terminou no sábado (30/9) o prazo para o cadastramento biométrico dos eleitores, em Aragarças, Bom Jardim de Goiás e Baliza. O sistema tem o objetivo de dar maior segurança ao processo eleitoral.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 90% dos goianos já fizeram o processo. Entretanto, em algumas cidades, a adesão ainda estava baixa, com apenas 40%. A partir d o dia 3 de outubro o Cartório Eleitorais da 35º volta a   funcionar em horário normal, das 12h às 18h de segunda a sexta-feira no Fórum de Aragarças.

Os eleitores que não se recadastraram biometricamente agora terão que pagar uma taxa de R$ 3,50 (três reais e cinquenta centavos)  se não o título eleitoral será cancelado. Não poderá votar na próxima eleição, também pode ser impedido de retirar passaporte, carteira de identidade, participar de concurso público, não obter empréstimos.

Contudo, poderão, posteriormente, até o dia 09 de maio de 2018, data em que o cadastro eleitoral será encerrado (em razão das Eleições 2018)  solicitar a regularização.

 

Documentos necessários para realizar o recadastramento biométrico

   • Documento oficial de identificação que contenha foto, sendo o original de RG, CNH, carteira profissional, passaporte, carteira de reservista ou certificado de alistamento militar;
   • Comprovante de residência recente emitido em até 3 meses. A comprovação de domicílio do eleitor poderá ser feita por meio de documentos que comprovem residência ou vinculo profissional, patrimonial ou comunitário no município.;
   • Documento comprobatório de alterações de dados pessoais, se houver, como certidão de casamento com homologação de separação ou sentença judicial;
   • Se for o 1º título eleitoral, homens com idade entre 18 e 45 anos necessitam ainda do comprovante de quitação do serviço militar.

 A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) NÃO É VÁLIDA como documento de identificação para o alistamento eleitoral (1º título de eleitor) por não conter nacionalidade/naturalidade, ASSIM COMO o passaporte, se não contiver a filiação.